FANDOM


O interesse pela carreira policialEditar

Leon Scott Kennedy ficou interessado nos estranhos incidentes que

250px-Image4kq8-1-.jpg

Leon Scott Kennedy

ocorreram nas redondezas de Raccoon City, e por isso se candidatou a uma vaga no Departamento de Polícia da cidade, após ter concluído sua formação na academia de polícia. Leon ficou muito orgulhoso por se tornar um policial, principalmente por sua personalidade protetora e voltada para o senso de justiça.

No dia 28 de setembro de 1998, Leon terminou o relacionamento com sua namorada. Para esquecer o fim do namoro, ele foi para uma festa e acabou bêbado no quarto de um motel na estrada. A agitada noite fez com que Leon acordasse muito tarde e se atrasasse para chegar a Raccoon City no seu primeiro dia de trabalho. Essa falha, que poderia condenar o emprego de Leon, acabou salvando sua vida. O policial deveria ter chegado à cidade no ápice da infecção viral que assolava Raccoon City. Devido às ações de Brian Irons, de trancar os policiais dentro da delegacia e inviabilizar o acesso à munição, Leon poderia ter sido mais um policial a se transformar um zumbi.

Incidente em Raccoon City (29 de setembro de 1998)Editar

150px-Leon S. Kennedy Darkside Chronicles Artwork-1-.jpg

Leon em seu primeiro dia como policial em Raccon City

Em 29 de setembro, Leon acordou em um quarto de hotel, vestiu-se rapidamente com seu uniforme de policial e partiu em seu jipe para Raccoon City no final da tarde. Quando ele alcança a fronteira com a cidade, já é noite.


Assim que chega à Raccoon City, Leon é surpreendido pelos zumbis que estão rondando a cidade e conhece Claire Redfield, que também acabara de chegar. Os dois usam uma viatura da polícia abandonada para ir até a delegacia, onde deveria ser um local seguro e livre das criaturas. O veículo acaba sendo atingido por um caminhão desgovernado e Leon e Claire ficam separados por uma montanha de escombros em chamas. Os dois combinam o reencontro na delegacia.

Leon alcança a delegacia pelos fundos, entrando através do heliporto. Quando ele chega ao topo do prédio, vê um helicóptero se aproximar. Os policiais sobreviventes usariam a aeronave para deixar a R.P.D, já que a saída através dos esgotos permanecia bloqueada. No entanto, ao ser atacado por um zumbi, o policial Elliot Edward acaba disparando sua metralhadora em direção ao helicóptero, fazendo com que este caia no teto da delegacia.


Já no interior da delegacia, Leon encontra um dos Tyrants T-103 enviados por Sergei Vladmir à Raccoon City. O monstro então passa a persegui-lo na R.P.D. Procurando por sobreviventes na delegacia, ele acaba reencontrando Claire. Ela o informa sobre Sherry, que está vagando pela R.P.D, assustada. Leon entrega um rádio comunicador a Claire e os dois combinam que enquanto ela buscará pela menina, ele procurará uma rota

176px-Resident-evil-the-darkside-chronicles-20090923062635609-1-1-.jpg

Leon em seu uniforme da Special Operation durante a Operation Javier-2002

de fuga.

No estacionamento da delegacia, Leon conhece Ada Wong. Ela diz estar em busca de Ben Bertolucci, que estaria preso em uma das celas da delegacia. Ben era um repórter que havia descoberto a verdade por trás dos incidentes bizarros na cidade e havia sido preso por revelar suas informações à polícia. Ada usa seu relacionamento de fachada com John, o pesquisador chefe do complexo de pesquisa em Arklay, dizendo que quer saber informações de seu namorado desaparecido. Na verdade, Ada buscava informações para obter uma amostra do G-vírus, desenvolvido por William Birkin, a mando de Albert Wesker. Ben se recusa a deixar a cela, mas informa aos dois que é possível fugir através dos esgotos. Leon reencontraria Ben posteriormente gravemente ferido, após ter sido atacado por Birkin. O repórter entrega documentos que comprovam a ligação da Umbrella com o delegado, Brian Irons, para acobertar as atividades ilegais da empresa.

Ada tenta realizar sua missão sozinha, mas Leon insiste em protegê-la. No caminho até os esgotos, eles são surpreendidos por Annette Birkin, que acreditava que espiões estavam em busca de uma amostra do G-vírus. A esposa de William Birkin atira contra Ada, mas Leon lança-se sobre ela e evita que ela receba os disparos. Ada não hesita em ir atrás de Annette, mas apesar de seus objetivos obscuros, Ada revela seu lado humano ao retornar para tratar dos ferimentos de Leon.

Nos esgotos, Leon descobre uma passagem para um laboratório subterrâneo da Umbrella. No local eram desenvolvidas as pesquisas relacionadas ao G-vírus, comandadas por William Birkin. Os dois utilizam um bonde para descer até o laboratório, mas no caminho são surpreendidos por William Birkin. Leon consegue derrota-lo, mas Ada acaba ferida pelo monstro. Ele a deixa no bonde para buscar ajuda, mas assim que ele deixa a plataforma, Ada reativa o equipamento e desce.

No interior do laboratório, ele reencontra Annette, que revela que Ada é uma espiã em busca do G-vírus. Os dois são surpreendidos pelo Tyrant T-103, que havia sido lançado na delegacia. Annette escapa e Ada reaparece, defendendo Leon ao atirar várias vezes contra o monstro. Antes de cair no forno incandescente de descarte de cobaias do laboratório, criatura revida e ataca Ada, deixando-a gravemente ferida. Parecendo estar à beira da morte, ela revela seus sentimentos por Leon e desfalece.

200px-LeonJacket-1-.jpg
Antes de ir para a plataforma de fuga, Leon busca Sherry e cuida da menina, que fora atacada pelo próprio pai, enquanto Claire está fabricando a vacina contra o G-vírus. Quando Leon consegue ativar o trem de fuga, o Tyrant T-103 reaparece, muito mais forte e transformado, por ter perdido seu traje limitante ao cair na fornalha incandescente. Ada não revela sua presença, mas joga uma Rocket Launcher para Leon. Ele usa a arma para derrotar o Tyrant e retorna para o trem. Enquanto isso, Claire retorna com a vacina e salva Sherry do G-vírus.

Sofrendo mutações descontroladas, William Birkin invade o trem de fuga, ativando o sistema de auto-destruição do veículo. O trio consegue parar o trem e escapar. A explosão acaba eliminando Birkin e os sobreviventes escapam pelos trilhos.

Chegando ao final do túnel, Leon revela que sua mãe fora assassinada por seu pai transformado, mas que as instruções para fazer a vacina que salvara sua vida haviam sido dadas por Annette. Após ser encorajada por Leon a partir em busca de Chris Redfield, Claire se despede de Sherry.

O novato se transforma em agente do governo (1998)Editar

Leon e Sherry são resgatados por oficiais do governo dos EUA. Devido aos anticorpos contra o G-vírus, Sherry é mantida sob tutela do governo. Leon tenta impedir que isso aconteça, mas é acuado por um agente do governo. Devido à sua experiência adquirida após o combate com armas biológicas, ele se torna uma peça valiosa e é obrigado a trabalhar para o governo norte-americano em uma agência secreta dedicada à erradicação dos membros remanescentes da Umbrella. Os objetivos desta agência são obscuros, mas é provável que o governo estivesse interessado em destruir a empresa apagando os rastros de seu envolvimento com a mesma.

180px-Leon original-1-.jpg

Designer de Leon em sua primeira aparição

Em novembro 1998, Leon entra em contato com o amigo Ark Thompson, um detetive particular, para que ele investigue os boatos de que o T-vírus estava sendo usado em experimentos na Ilha Sheena. Em dezembro, Leon auxiliou Claire, que acabara ficando presa na Ilha Rockfort. Ela entrou em contato com o agente através de um computador na ilha, e Leon avisou a Chris do perigo que Claire corria e cedeu-lhe as coordenadas do local para que ele o irmão a encontrasse.

Operação Javier (2002)Editar

Em 2002, o governo norte-americano começa a investigar o traficante de drogas Javier Hidalgo. O criminoso estaria comprando vírus no mercado negro de um ex-pesquisador da Umbrella. Usando o dinheiro do tráfico, Javier passou a financiar suas próprias pesquisas com armas biológicas, com o objetivo de controlar o ecossistema amazônico. Para dar continuidade às investigações, Leon, trabalhando para o serviço secreto norte-americano e Jack Krauser, soldado do Comando de Operações Especiais dos EUA (SOCOM) são enviados em uma missão à província de Amparo, nicho de atuação de Javier.

Ao chegar à vila de Mixcoatl, Leon e Krauser veem cartazes que alertam para o desaparecimento de mais de 50 meninas na região. Logo, eles descobririam que os habitantes da vila estão infectados com o T-vírus, e que várias armas biológicas estão espalhadas pelo local. Parte dos zumbis eram homens que faziam parte da guerrilha de Javier, os Serpentes Sagradas. Sabendo que homens enviados pelo governo americano estavam infiltrados na província de Amparo e que estava sendo investigado, Javier liberou o T-vírus e armas biológicas para atacar a vila de Mixcoatl, além de abrir as comportas da barragem da região, causando um alagamento no local.

Durante a investigação, Leon e Krauser encontram seu guia à beira da morte. Ele conta que uma menina que ele ajudou a fugir da mansão de Javier era a culpada pelo desastre na vila. A menina a quem o guia se referia era Manuela Hidalgo, a filha de Javier. Manuela possuía a mesma doença grave de sua mãe, e Javier tentou curar as duas usando vírus da Umbrella. Hilda, a esposa de Javier, havia sido tratada com o T-vírus e transformara-se em um monstro. Manuela havia sido infectada com o T-Veronica. A menina descobriu que possuía um vírus em seu corpo e por isso fugiu da mansão.

Chegando à igreja da vila, Leon e Krauser pretendiam usar um barco para seguir até a mansão de Javier. Os

180px-Leoncarddbg-1-.jpg
dois acabam sendo surpreendidos pela criatura aquática na qual Hilda Hidalgo havia se transformado. Manuela estava na igreja, cantando para sua mãe-monstro, tentando acalmá-la. A menina acaba desmaiando, tirando a criatura de seu transe. A criatura ataca Leon e Krauser, mas os dois conseguem derrotá-la.

Ao conseguirem uma embarcação, Leon e Krauser resgatam Manuela e vão em direção a Amparo, através de um rio. A menina recobra os sentidos e ajuda os agentes a chegar a Amparo.

Leon e Krauser encontram uma hidrelétrica. No local, eles ouvem a voz de Javier através de auto-falantes. Os dois acabam descobrindo que o traficante é pai de Manuela e que a menina está infectada com o vírus T-Veronica. Preocupado com ela, Leon pergunta por que ela havia sido infectada com o vírus e Manuela conta que tudo faz parte do tratamento para curá-la de uma doença grave, a mesma de sua mãe.

Leon teme que Manuela acabe se transformando como efeito do T-Veronica, mas Krauser acredita que é apenas questão de tempo para que a doce menina se transforme em uma ameaça. Leon então revela a Krauser o verdadeiro motivo da missão: sob ordens diretas do presidente norte-americano, ele deve erradicar qualquer presença de vírus que ele encontrar. O objetivo, agora, era entender como Javier estava impedindo que sua filha se transformasse em um monstro, como ocorrera com Steve Burnside e Alexander Ashford.

Investigando a mansão de Javier, Krauser e Leon encontram uma câmara fria, onde eram armazenados e conservados órgãos humanos e corpos de meninas que haviam sido dadas como desparecidas. Javier surge e explica que os órgãos de Manuela devem ser trocados regularmente, para evitar que o vírus T-Veronica tome conta de seu corpo. Esses transplantes deveriam ser feitos por 15 anos, até que ela atingisse equilíbrio com o vírus. Após a descoberta, Krauser e Leon são atacados novamente por Hilda, que desta vez, causa um sério ferimento no braço esquerdo do agente da SOCOM.


Para impedir a fuga da filha, Javier se funde à planta Veronica, transformando-se em um monstro gigantesco. Manuela decide enfrentar o pai, para morrer como humana antes de se transformar em um monstro. Ela usa os poderes dados pelo T-Veronica e junto de Leon e Krauser, consegue derrotá-lo. Após a Operação Javier, Manuela foi para a América junto com Leon e Krauser, e colocada sob custódia do governo dos EUA.

O resgate da filha do presidente (entre setembro e dezembro de 2004)Editar

Em 2004, após completar várias missões a serviço do governo dos Estados

Images-5-.jpg

Leon em Re4

Unidos, Leon passa a ser o responsável pela segurança da filha do presidente, Ashley Graham. Pouco tempo depois, a moça é sequestrada ao sair do campus da Universidade de Massachussets para visitar seus pais. Para evitar qualquer tipo de alarde e com o temor de que o sequestrador estivesse envolvido com pessoas próximas ao presidente, o incidente é mantido em segredo e somente Leon é designado para resgatá-la. Com base em informações obtidas pelo FBI, Leon é enviado a uma região remota da Espanha para procurar por Ashley.

Ao chegar à vila apontada pelo serviço de inteligência, Leon é surpreendido pela violência dos habitantes, que, ao serem controlados pelo parasita Las Plagas, o atacam por considera-lo um invasor. A perseguição ao agente se intensifica quando Bitores Mendez, o chefe da vila, é notificado sobre a presença de Leon e envia uma ordem de alerta aos Ganados para que ele seja eliminado.

Durante as investigações, Leon encontra Luis Sera, um pesquisador que ajudou a desenvolver Las Plagas para a seita Los Illuminados. Os dois acabam sendo capturados por Bitores Mendez e infectados com Las Plagas. Ao acordarem, Leon conta a Luis o que está fazendo na vila. O pesquisador diz ter ouvido falar que Ashley estaria presa em uma igreja. Sera também mente para Leon e diz que é um ex-policial, sem revelar que era um pesquisador.

O contato de Leon nos EUA, Ingrid Hunnigan, notifica Leon que a seita local Los Illuminados pode estar envolvida no sequestro de Ashley. No caminho até a igreja, Leon começa a mostrar os primeiros sinais da infecção por Las Plagas. Ele acaba desmaiando em uma cabana e acorda somente horas depois.

Images-10-.jpg
Leon consegue chegar à igreja e encontra Ashley. Ao tentar deixar o local com a garota, ele é surpreendido por Osmund Saddler, o líder da seita Los Illuminados. Saddler revela que tem planos de confrontar o poder norte americano, e por isso sequestrou Ashley e a infectou com uma Plaga. Ao devolver a menina aos EUA, Saddler planejava tomar o poder pela difusão da seita em centros importantes de poder do país.

Preocupados com o avanço de Leon, Los Illuminados intensificam a perseguição por Leon e Ashley. E um galpão, Leon reencontra Bitores Mendez, que revela sua verdadeira forma ao ser atingido por uma explosão. Leon consegue derrotar o chefe transformado e segue para o castelo de Ramon Salazar.

No interior do castelo, Leon conhece Ramon Salazar, o oitavo castelão da família e o responsável pelo acesso de Los Illuminados aos parasitas. Após o acionamento de uma armadilha, Ashley e Leon se separam e ele passa a vasculhar o castelo em busca da garota.


Em uma área externa, ele encontra Ada Wong e confirma suas suspeitas de que ela estaria trabalhando para Wesker, mas ele não entende o que a espiã estaria fazendo no local. Retornando ao castelo, Leon reencontra Luis, mas ele acaba sendo assassinado por Saddler. Luis estava levando uma amostra de Las Plagas controladora para Ada Wong, como parte do acordo entre os dois, que previa o resgate de Luis da vila. Sera conta a Leon que era um pesquisador para a seita, e entrega medicamentos para retardar os sintomas causados pelo parasita.

Salazar tenta, de diversas maneiras, livrar-se de Leon, mas falha. Saddler muda os planos e ordena que Jack Krauser mate Leon. Krauser havia se infiltrado no grupo a mando de Wesker e ganhara confiança dos membros de Los Illuminados ao sequestrar Ashley. Krauser leva a filha do presidente até uma ilha repleta de infectados por Las Plagas.

Leon reencontra Ada, e com a ajuda dela, o agente chega até a ilha para onde Ashley fora levada por Krauser. Ele encontra a filha do presidente presa em uma cela e a liberta. Enquanto tentam fugir, os dois são encontrados por Saddler, que já consegue controlá-los, graças ao desenvolvimento de Las Plagas em seus organismos. Ele domina Ashley e a captura mais uma vez.


Krauser encontra Leon na ilha e tenta matá-lo, para cumprir as ordens dadas por Wesker. Ele assume ter sequestrado Ashley para ganhar a confiança de Saddler, para então, ter acesso à Las Plagas. Antes que o confronto entre os dois ex-parceiros de missões se estenda mais, Ada impede os ataques de Krauser contra Leon. Posteriormente, os dois se reencontram e Krauser usa o poder de Las Plagas para tentar matar Leon. Apesar do esforço, ele é derrotado.

Prestes a deixar a ilha com Ashley, Leon é surpreendido por Saddler. Com a ajuda de Ada, os dois conseguem escapar e encontrar o equipamento que remove os parasitas de seus corpos. Apesar do procedimento doloroso, os dois ficam curados. Saddler tenta impedir a fuga de Leon e Ashley transformando-se em um monstro, mas o agente finalmente consegue derrota-lo. Após o líder da seita Los Illuminados, Leon recupera a amostra de Las Plagas que estava em sua posse, mas é ameaçado por Ada para que a entregue a ela. Ela foge em um helicóptero e ativa um dispositivo de explosão da ilha. A Leon e Ashley só restou o jet ski de Ada para deixar o local.


A missão de Leon na Espanha gerou o “Relatório Kennedy”. As informações relatadas pelo agente foram usadas por Chris Redfield para reconhecer a infecção por Las Plagas em sua missão na África, em 2009.

Incidente em Harvardville (2005)Editar

Em 2005, Leon é recrutado para atuar em conjunto com o S.R.T (Special Response Team – Equipe de Ações Especiais) no Aeroporto de Harvardville. A presença de Leon era indispensável nesse caso, já que passageiros de um dos aviões que chegavam ao aeroporto estavam infectados com o T-vírus. A grande experiência de Leon com incidentes desse tipo o fazia um ótimo líder para a missão.


Devido aos riscos de infecção, Leon optou por entrar no aeroporto somente com Angela Miller, a líder do esquadrão e Greg Glenn. O grupo enfrenta os zumbis e conseguem resgatar Claire Redfield, Rani Chawla e o senador Ron Davis. Greg acaba sendo ferido durante a ação e fica para trás.

Em contato com Ingrid Hunnigan, Leon repassa a informação de que o T-Vírus foi usado no aeroporto. Com isso, o governo sanciona o uso da vacina produzida pela Wilpharma. Todas as pessoas resgatadas e os soltados que participaram da operação de salvamento seriam vacinados.

Claire desconfia das ações da WilPharma por fazer parte da TerraSave. A ONG havia descoberto que a empresa estava realizando testes ilegais em pacientes na Índia. Leon esclarece a situação para Claire, dizendo que os incidentes no país eram resultados de ataques bioterroristas e não da ação ilegal da WilPharma. Ele ainda revela que após a contaminação dos indianos, os EUA obtiveram a permissão para administrar a vacina contra o T-vírus. Claire sente-se culpada, pois a oposição da TerraSave atrapalhou os trabalhos da WilPharma e a liberação de estoques de vacinas. Em seguida, os caminhões da empresa contendo as vacinas são incendiados, impedindo o tratamento de parte dos indivíduos no aeroporto. O motivo dos ataques à WilPharma é um suposto ataque terrorista, planejado por Frederic Downing e executado por Curtis Miller. Leon é informado sobre a ação e conta ao senador Davis que os terroristas exigem que o governo dos EUA revelem à população a verdade sobre seu envolvimento no incidente de Raccoon City e com a produção de vírus e armas biológicas com a Umbrella. Caso o governo não concorde, o T-vírus será liberado no país.

Devido às recentes ações contra a própria WilPharma, a desconfiança cai sobre Curtis. Leon vai até a casa do suspeito, acompanhado da irmã dele, Angela Miller. Enquanto isso, Claire acompanha Downing até o complexo de pesquisa da WilPharma em Harvardville para ajudá-lo. Na sala do pesquisador, ele conta a Claire que a empresa possui uma amostra do G-vírus, mantida em sigilo. Ele deixa a sala e ela aproveita para contar a Leon sobre o fato. Enquanto ela ainda está no celular, ela recebe uma chamada de Downing. Ele diz ter ido à área de nível de segurança quatro por ter visto um suspeito. Downing pede que Claire deixe o prédio imediatamente, pois uma bomba havia sido ativada. Pouco depois, Claire vê Curtis Miller carregando uma maleta e a explosão prevista por Downing ocorre. Leon percebe o corte na ligação e se dirige ao complexo de pesquisas para salvá-la. Curtis infecta-se com o G-vírus e libera o T-vírus no local.


Chegando a centro de pesquisa, Leon e Angela se separam. Ele encontra Claire e a ajuda a se dirigir para uma das saídas. Angela encontra Curtis. Ele revela que descobriu o envolvimento do governo com a Umbrella e tentava fazer esse fato vir à tona após ter perdido a família na destruição de Raccoon City. Desesperado, ele planejou os ataques terroristas para chantagear o governo, chegando ao ponto de transformar-se em um monstro com o uso do G-vírus. Downing aproveitou o desejo de vingança de Curtis para mostrar ao mundo a importância e necessidade de comprar a vacina feita pela WilPharma. Com o vazamento viral, o sistema de segurança do complexo é ativado. Agora, Leon e Angela precisam se salvar do desmantelamento e incineração do complexo e de Curtis, que persegue Angela devido ao parentesco dos dois, para infectá-la com um embrião do G-vírus.

Curtis acaba caindo em um fosso abaixo do complexo de pesquisa, criado para abrigar o complexo em situações de emergência, para evitar o escapamento de vírus para o exterior. Na sala de controle, Claire descobre que o circuito interno de câmeras gravou todo o ocorrido no complexo da WilPharma. Ela deixa o complexo e confronta o senador Davis, acreditando que ele é o responsável pelo incidente, para valorizar as ações da WilPharma. Logo as suspeitas de Claire seriam desmentidas por Leon. Ele descobriu pelo governo que o acessor do General Grande confessou ter comprado amostras de T-vírus diretamente de Frederic Downing. O pesquisador tinha um acordo com o General, vendendo a ele o vírus e a vacina, e desta forma, somente o ditador teria em mão o vírus e a cura, podendo vendê-las no mercado negro. Os incidentes causados por Curtis e planejados por Downing foram, na verdade, uma forma de demonstrar o potencial dos vírus e da vacina. O pesquisador é posteriormente encontrado por Leon, Claire e Angela, que o prendem.

APARIÇÕESEditar

A primeira aparição de Leon foi em Resident Evil 2, como o policial novato que chega atrasado em seu primeiro dia de trabalho em Raccoon City. Com o sucesso do segundo game da série, o título recebeu diversas versões para outros consoles além do Playstation. A aventura de Leon ao lado de Claire Redfield chegou aos computadores, Gamecube, Dreamcast, Nintendo 64, e mais recentemente, ao Playstation 3, através da PSN. Resident Evil 2 também recebeu um port pouco conhecido para um portátil da Tiger, chamado Game.com que tinha somente Leon como protagonista. Leon também aparece no comercial especial de Biohazard 2, dirigido por George Romero, sendo interpretado pelo ator Brad Renfro, falecido em 2008.

O policial retorna com o agente Barry Burton de uma organização anti-Umbrella em Resident Evil Gaiden, investigando um incidente ligado à empresa farmacêutica a bordo do navio Starlight. Leon acaba desaparecendo durante a trama e é enviado para salvá-lo. O game não é considerado como parte da cronologia, já que a história dá a entender que Leon não sobreviveria ao incidente.

Leon também é um dos personagens que recebeu um epílogo em Resident Evil 3. O extra conta o contato inicial entre Leon e o governo após o incidente em Raccoon City. Essa parte da história do personagem foi novamente abordada em RE: The Darkside Chronicles, ao final do cenário “Memories of a Lost City”.

O gatilho para a popularidade do personagem despontar foi Resident Evil 4. O sucesso absoluto do game, que foi lançado inicialmente somente para Gamecube e posteriormente ganhou versões para Playstation 2, computadores, Wii, iPhone, iPod Touch, iPad (Mobile Edition) e Zeebo. Após Resident Evil 4, Leon tornou-se o personagem preferido da maioria dos fãs de RE, principalmente dos que conheceram a série a partir do game. Como o agente do governo norte americano que vai salvar a filha do presidente, Leon esteve presente no jogo que é tido como um marco, por ter bastante diferente dos anteriores e por ter instituído um novo estilo de Resident Evil.

Novamente como um agente do governo, Leon é a estrela do primeiro filme de animação computadorizada da série, Resident Evil: Degeneração. Para a felicidade dos mais saudosistas o “novo” Leon é acompanhado de Claire Redfield, também de Resident Evil 2. O personagem volta às telas dos cinemas em Resident Evil: Damnation e Resident Evil: Retribution (ambos ainda sem título em português).

O personagem retornou em Resident Evil: The Darkside Chronicles, como uma espécie de narrador das histórias de Resident Evil 2 e CODE: Veronica. O game também uma missão inédita de Leon no capítulo “Operation Javier” na qual ele atua ao lado de Jack Krauser, um dos vilões de Resident Evil 4.

Leon também faz parte de Resident Evil: Operation Raccoon City. No game, uma das missões do esquadrão U.S.S. consiste em matar o policial durante os eventos na cidade tomada pelo T-vírus.

Em Resident Evil: Retribution, Leon estreia nos filmes da franquia em live-action, interpretado pelo ator Johann Urb.

CURIOSIDADESEditar

- Leon esteve presente nos dois betas mais famosos da série, Resident Evil 1.5 e Resident Evil 3.5. No primeiro, uma versão protótipo de Resident Evil 2, Leon também seria um policial novato, mas ele já estaria na delegacia quando os zumbis surgissem em Raccoon City. No segundo, a versão protótipo de Resident Evil 4, Leon estaria envolvido com a descoberta das origens do vírus Progenitor e poderia estar infectado. O jogo teria um tom meio sobrenatural, mas tudo seria causado por alucinações de Leon, geradas pela própria infecção.
- O primeiro modelo de Leon em Resident Evil 1.5 foi descartado por ser muito parecido com Chris Redfield.
- O nome de Leon pode ser uma referência ao personagem de Jean Reno no filme “O Profissional”. No longa, a personagem de Natalie Portman chama-se Mathilda, o mesmo nome de arma especial usada por Leon em Resident Evil 4.
- De acordo com o material extra do filme Resident Evil 2: Apocalipse, Leon era o falecido parceiro de Jill Valentine . No entanto, o personagem está confirmado no quinto filme da franquia, Resident Evil: Retribution.

ATORES E DUBLADORESEditar

Resident Evil 2 - Paul Haddad (voz).

Resident Evil 4 - Paul Mercier (voz).
- Christian Duerre (modelo de rosto).

Resident Evil: Degeneration - Paul Mercier (voz).
- Felipe Grinnan (voz na versão brasileira).
- Jasmin Matthews (modelo de rosto).

Resident Evil: The Darkside Chronicles - Paul Mercier (voz).

Resident Evil: Retribution

- Johann Urb

Comercial de Biohzard 2, dirigido por George Romero - Brad Renfro

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória